Opinião

22/02/2022
Bom dia, forte gente. Como vai essa saúde? Que estas palavras vos encontrem bem! Com o tempo criamos uma relação próxima, nós que nunca nos vimos, mas é como se nos conhecêssemos
22/02/2022

Se conhecem alguns, certamente não lhes escapou despercebida esta situação inquietante: os nossos jovens não estão bem.

15/02/2022

Ao falar do livro O Príncipe, inevitavelmente se fala de Maquiavel, cuja popularidade é tal que aparece dicionarizado através do adjectivo maquiavélico, conhecido pelo aforismo “o fim justifica os meios”, expressão que nunca chegou a formular nestes termos, passando à posteridade por algo que nun

15/02/2022

Começo por esclarecer que, consciente da grande confusão que para aí vai, designadamente no discurso dos políticos mais categorizados, pessoalmente e sem obediência a nenhum credo partidário, mais uma vez me declaro contra o Regime político vigente, o que de forma alguma significa que seja contra

15/02/2022

Os recentes ataques informáticos ao grupo Impresa, à revista Visão, aos Laboratórios Germano de Sousa e, sobretudo, à Vodafone, vieram evidenciar a dependência da tecnologia, nos dias de hoje.

08/02/2022

Na década de 60 do século passado sempre que tinha oportunidade sentava-me numa cadeira na sala do bilhar do Café Central de Bragança e invejava a maestria do jogo largo às três tabelas do Senhor Luís Malhau e o jogo miudinho também às três tabelas do Senhor Faria, vulgo o Mouco.

08/02/2022

Na hipocrisia anódina da análise dos resultados eleitorais, salta-nos no imediato uma maioria absoluta, que ninguém esperava e que quase ninguém desejava. Pouco resta para dizer. Sabemos quem ganhou e também sabemos porquê.

01/02/2022

Nestes tempos de campanha eleitoral verdadeiramente, ando com a cabeça à roda. Até me dói o coração. Sim, sinto-me como enjoado com a propaganda das pessoas e viaturas que passam. De todo este clima estranho acordo assim todas as manhãs.

01/02/2022

Escrevo esta crónica no dia 27 quando ainda não são conhecidos os resultados eleitorais, como é óbvio, e as sondagens cada vez mais baralham os espíritos. Acresce que esta Crónica apenas será publicada depois de consumado o acto eleitoral.

01/02/2022

Tradicionalmente, a compra e venda de um imóvel estava sujeita a escritura pública realizada pelo notário.