Opinião

20/03/2018

Quem entende não lê, quem lê não entenderá, ainda mais que o título da crónica não faz parte de qualquer idioma fixado ou organizado em termos gramaticais. Construída no transcorrer dos séculos, é de todo conveniente que continue secretamente guardada por aqueles que a criaram, quais guardiães de um tesouro a conferir-lhe identidade e, tantas vezes, a livrá-los de perigos maiores. Tranquilize-se a comunidade que eu também não sei falar tal língua nem ninguém me irá ensinar… ouvi, simplesmente.

13/03/2018

Em 2008, o troço Tua – Cachão é encerrado graças a um acidente cujas origens incluem a inacção da REFER em renovar a via, em concordância com as recomendações do LNEC após o acidente de 2007.

13/03/2018

O pai, Rodrigo Vaz de Leão, nasceu em Vila Real, terra de sua mãe, sendo filho de António Vaz de Leão, originário de Sambade. (1) Casou em Vila Flor com Isabel Henriques, filha de Pedro Henriques da Mesquita, de Lebução e de Violante Henriques, de Vila Flor.

13/03/2018

Confrontamo-nos diariamente com um certo cinismo pretensos defensores da coesão territorial, opositores das assimetrias, mas no fundo sem coragem para lutar pela equidade ou mesmo pela justiça territorial, em detrimento de interesses de alguns.

13/03/2018

Na semana passada tive notícias da Becas.

13/03/2018

A Páscoa este ano é madrugadora e festeja-se no dia das mentiras.

13/03/2018

Num fim-de-semana em que o tempo climatérico esteve muito mau e causou demasiados estragos, outros assuntos estiveram na baila.

06/03/2018

“A velhice não afasta necessariamente os homens da vida ativa porque há
uma atividade muito própria dos velhos: muitos continuam a servir
a pátria com a sua prudência e autoridade; outros entregam-se ao estudo

06/03/2018

Bons dias minha gente. Ainda neva por aí? Muy belas fotografias se tiraram. Bem, hoje vou falar de futebol.

06/03/2018

Contrariamente ao que muitas vezes ouço dizer, nós portugueses somos um povo dócil, ordeiro, trabalhador, inteligente, solidário, destemido e universalista.