Editorial

Quando os homens no tempo não se elevam para além da condição primata, a civilização pode diluir-se, não só na barbárie, mas mesmo no retorno à selva natural.

Quando tentamos apoiar-nos na esperança e nos esforçamos, ainda, na recuperação do direito ao futuro, dias ásperos como rascalhos fazem-nos voltar à dura realidade.