PUB.

Notícias Região

Aires Ferreira está de “pedra e cal” na Câmara Municipal de Torre de Moncorvo.
Os mirandeses provaram que não são os comunicados anónimos e os ataques pessoais que conseguem levar um presidente de Câmara à derrota.
Morais Machado reagiu de forma “calma e tranquila” aos resultados das eleições de anteontem, que reconduziram o PSD na presidência da Câmara Municipal de Mogadouro.
Domingos Doutel foi o maior derrotado da noite eleitoral de anteontem. O CDS-PP apostou tudo em Mirandela mas, afinal, o PSD de José Silvano até venceu com maior margem do que há quatro anos, passando de 41,2% para 47,3%.
“Ninguém arrisca uma previsão no mais pequeno concelho do distrito de Bragança, Freixo de Espada à Cinta. Após a derrota de 2001, José Santos volta a alinhar pelo PS para tentar conquistar a câmara ao social-democrata Edgar Gata.
A vitória do PSD em Macedo de Cavaleiros tem um duplo sabor. Além de Beraldino Pinto ter reforçado a votação para a Câmara Municipal, o partido laranja retirou a Assembleia Municipal das mãos do PS, elegendo o deputado Adão Silva para aquele órgão autárquico.
Eugénio Castro não quer ser apelidado de “dinossauro”, apesar de ser ao mais antigo presidente de Câmara do distrito de Bragança eleito pelo PSD.
Após a derrota de 2001, José Santos foi eleito presidente da Câmara Municipal de Freixo de Espada à Cinta.
Com mais 99 votos do que em 2001, Jorge Novo assegurou um segundo mandato à frente da Junta de Freguesia de Santa Maria, em Bragança.