Viagem surpresa 2018 da Família do Tio João - Caldas da Rainha, Óbidos, “Buddha Eden” e Alcobaça

Ter, 25/09/2018 - 09:55


Então minha boa gente! Como vai a vida?

Já entrou o Outono, mas só no calendário. Recordo que no primeiro dia de Outono os termómetros foram aos 33 graus em Bragança. Quem já anda muito preocupado com o tempo quente e com a falta de chuva são os nossos tiozinhos da agricultura. Segundo o nosso tio António Cavalheiro, de Vilarandelo (Valpaços), “com este tempo estamos feitos ao bife, tio João!”.

A apanha da amêndoa já principiou mas, segundo nos disseram, a produção é muito inferior às de anos anteriores. No que às vindimas diz respeito, em algumas terras já estão feitas desde Abril, porque, com as geadas e trovoadas que vieram, não há uvas.

Nalgumas localidades estão a nascer uvas pela segunda vez e em tom de brincadeira dizem-nos que as vindimas serão lá para o Natal… Pelo que dizem os entendidos da meteorologia, o mês de Outubro poderá ser muito quente e seco.

No próximo Domingo, pela primeira vez, vamos estar a fazer o Especial Domingão para a Família do Tio João, em directo da capela de Nossa Senhora do Monte, nas Aguieiras (Mirandela), entre as 6 e as 10 horas da manhã, para promovermos a tradicional Festa das Vindimas. Ao meio dia será celebrada a missa, seguida de procissão, com a presença dos andores das aldeias vizinhas, seguindo-se o almoço convívio onde irei participar e logo depois a tarde recreativa com o Duo Carlos e Dulce Capelas e as concertinas do Grupo Chama Musical, de Torre de Dona Chama. No dia 28 de Outubro, Domingo, vamos ter o Magustão da Família do Tio João, na Rural Castanea, em Vinhais, pelo sexto ano consecutivo, com o maior assador de castanhas do mundo.

Vamos festejar a vida daqueles que estiveram de aniversário: Domingos Ferreira (78), de Genísio (Miranda do Douro); Maria do Céu (83), de Talhas (Macedo de Cavaleiros); Domicília (87), de Rio Frio (Bragança); Arminda (75), de Zava (Mogadouro); Afonso (77), de Valverde (Bragança); Natália Silva (40), de Bragança; Armindo (83), de S. Jumil (Vinhais) e Fernando Lagoa (76), de Campo de Víboras (Vimioso). Para todos saúde e paz, que o resto a gente faz!

E agora vamos à viagem surpresa…

 

No passado fim-de-semana fizemos a viagem mais aguardada do ano para a nossa família, a tal viagem em que os passageiros não sabem para onde vão, a chamada viagem surpresa. Este ano tínhamos muita gente em lista de espera e só quatro dias antes da partida é que foi divulgado o preço. Como este ano aderimos ao lema “vá para fora cá dentro”, saímos de Bragança às 6 da manhã de sábado, passando por Mirandela, onde entraram mais passageiros e rumámos às Caldas da Rainha, onde ficámos hospedados. Depois de almoço tivemos uma visita guiada, começando na estátua da Rainha Dona Leonor, visita ao Parque D. Carlos I, ao Céu de Vidro, enquadramento histórico sobre o Hospital Termal, o primeiro do seu género a existir no mundo, Igreja de N.ª Sr.ª do Pópulo, Jardim de Água, Chafariz das Cinco Bicas e terminámos na Praça da Fruta.

Deixámos as Caldas da Rainha para trás e dirigimo-nos a Óbidos, onde todo o grupo passeou pelas suas ruas e saboreou a típica ginga em copos de chocolate. À noite, depois do jantar no hotel, tivemos baile onde convivemos com um grupo espanhol.

No Domingo, visitámos o “Buddha Eden – O Jardim da Paz”, onde pudemos ver budas, pagodes, estátuas de terracota e várias esculturas. Antes de almoço ainda tivemos tempo de visitar o mosteiro de Alcobaça, onde almoçámos num restaurante mesmo em frente, seguido de um baile e de um lanche ajantarado. Pelas 18:15 horas tivemos que rumar de regresso a Bragança, onde chegámos às 23:00 horas, surpreendidos com a agradável surpresa desta viagem.