Nos próximos 4 meses, Alfândega da Fé vai “rebentar pelas culturas”