Entrevistas

Carlos Aguiar tem 54 anos, é professor do Instituto Politécnico de Bragança há cerca de 30 anos e vai apresentar, no próximo dia 26 de Março, na Universidade José Eduardo dos Santos, no Huambo, em Angola o Vol. I do Manual de Botânica, com o sub tema Estrutura e a Reprodução. O Vol. II terá especial enfoque na Evolução das Plantas Terrestres e o Vol. III a Taxonomia de Plantas com Semente, que o autor pretende terminar no próximo ano. Três volumes com a chancela do IPB.

 

 

São jovens. São “alfacinhas”. E decidiram recentemente trocar o alvoroço da capital pela serenidade de Bragança. A Madalena e o Vítor, têm 23 anos, e andam à descoberta das terras transmontanas.

Enfermeiro de profissão, apaixonado desde sempre pela escrita, o brigantino Telmo Fidalgo Barreira, publicou em 2017 a sua primeira obra. “Poema de Aguardente em Casca de Noz” é um livro de poesia inspirado no percurso, nas viagens e nas raízes do autor.

 

 

Aos 35 anos, Pedro Teixeira, engenheiro civil e director geral de uma multinacional foi considerado um dos 40 melhores gestores portugueses com menos de 40 anos segundo o Fórum de Administradores e Gestores de Empresas (FAE) e o grupo Impresa.

Helena Freitas ex-coordenadora da Unidade de Missão para o Desenvolvimento do Interior

Paulo Moimenta de Carvalho, sub-director geral dos Serviços Prisionais

Hernâni Dias, de 50 anos, candidata-se pelo PSD à câmara Municipal de Bragança.

Paulo Bragança, cantor que se popularizou na década de 90, está de regresso aos palcos portugueses depois de alguns anos afastado, tendo vivido na Irlanda e estudado filosofia. Com 4 discos editados, prepara-se também para voltar a estúdio e para gravar um novo trabalho que será editado ainda este ano.