Fernando Barros questiona futuro de edifício no nó de Lodões