PUB.

“Os políticos dos dois lados da fronteira estão muito virados para si próprios”

PUB.

ESTA NOTÍCIA É EXCLUSIVA PARA ASSINANTES

 

Se já é Assinante, faça o seu Login

INFORMAÇÃO EXCLUSIVA, SEMPRE ACESSÍVEL

Ter, 17/05/2016 - 19:07


A Fundação Rei Afonso Henriques (FRAH) continua empenhada em desenvolver a cooperação territorial. No entanto, há dificuldades visíveis em conseguir compromissos de ambos os lados da fronteira. Em entrevista ao jornal Nordeste, o Secretário-Geral assume as dificuldades de gerir o peso da instituição, que tem vindo a sofrer cortes de financiamento que estão a comprometer a sua existência. José Luís Prada aponta o dedo à falta de apoio por parte dos governantes ibéricos, que considera não estarem a saber aproveitar as potencialidades da Fundação.