Mariana Bragada viaja pelas raízes através de ‘Mónada’

Qua, 30/10/2019 - 08:42


Meta é Mariana Bragada e ‘Mónada’ é o primeiro EP lançado pela brigantina. Os temas, todos cantados em português, transportam-nos para as nossas raízes.

Tem 22 anos, é natural de Bragança, e este ano participou no Festival da Canção. Meta é nome do projecto a solo de Mariana Bragada e acaba de lançar ‘Mónada’. Um EP composto por cinco canções em que sobressai a voz de Mariana Bragada.

O nome ‘Mónada’ é inspirado na teoria do filósofo alemão Leibniz, na essência que há em cada um de nós. “Mónada é a essência, é o nosso centro e que também pertence a um colectivo. Eu achei que fazia sentido este nome já que é o meu primeiro EP, feito apenas com a minha voz, a minha essência, e também pela multiplicação através da tecnologia”, explicou.

Este primeiro trabalho discográfico remete-nos para um ambiente familiar fruto das memórias e sensações recolhidas pela cantora. “O meu avô aparece no vídeo de ‘Saudade’ porque gravámos na minha aldeia, em Grijó de Parada, e mostra a recriação da barrela, em que se lavava, os lençóis brancos com cinza”.

E esta ligação às raízes traduz-se na escolha da data para lançamento do EP. ‘Mónada’ saiu a 20 de Outubro, o dia de aniversário do avô.

Em relação a Meta, a brigantina explica que o nome está relacionado com a ideia de metamorfose, mas também com o facto ser um prefixo, que pode adicionar a outras palavras. “Sinto que é uma parte de mim, outra criação. ‘Meta’ surge da palavra metamorfose, é um prefixo que posso adicionar a outras palavras como metafísica e, depois, a ideia da mutação que está muito presente.”.

Da experiência no Festival da Canção Mariana Bragada recolheu o melhor. “Ajudou-me a crescer a e tornar mais sério este meu caminho. Foi uma grande foça e uma motivação para fazer este EP. Sinto que cresci muito com esse desafio”, afirmou.

O EP de Mariana Bragada já está disponível nas plataformas digitais de streaming. ‘Mónada’ foi apresentado na segunda-feira, em Lisboa, no Music Box. Para o próximo domingo, dia 3, está agendada uma festa de lançamento na cidade do Porto, e no dia 9 de Dezembro é a vez de Aveiro conhecer a obra musical da cantora brigantina.

 

 

Jornalista: 
Susana Madureira