PUB.

Crónicas de ...

PUB.

Caríssimos, a jornada da castanha já vai findada. Parece que foi bom ano, boas notícias para o Nordeste. Um abraço a todos os que dobraram as costas e picaram os dedos nessa labuta que me é familiar. A todos vós que dais o corpo a esta causa e vendeis a castanha a um euro o quilo para chegar aos...

Publicada em: 11/26/2019 - 10:22
Manuel João Pires

A questão bíblica sobejamente conhecida Quo Vadis Domine, Para onde vais Senhor, pode-se aplicar aqui perfeitamente, quando queremos saber para onde quer ir este governo com algumas medidas que pretende implementar. Impõe-se colocar de lado o Domine, já que este senhor do governo, nada tem de...

Publicada em: 11/19/2019 - 10:09
Luís Ferreira

A Senhora Dona Emília, Regente de Posto de Ensino em Lagarelhos, no ano de 1952, no fim do ano lectivo anunciou aos seus alunos das quatro classes aqueles que não propunha a exame. Os arredados da prova não tugiram, nem mugiram. Fui fazer a prova da primeira classe a Vilar de Ossos, a professora...

Publicada em: 11/19/2019 - 10:04
Armando Fernandes

Conversávamos despretenciosamente um com o outro, ele dizendo que nem por isso e eu teimando que seria demasiado. Levantámo-nos e iniciámos uma marcha lenta onde a conversa continuou sobre o mesmo tema. Ele na sua e eu na minha, sem desviarmos a certeza inicial que cada um tinha sobre o tema...

Publicada em: 11/05/2019 - 10:22
Luís Ferreira

Nasci e cresci na aldeia à beira do velho tanque. Parece que ainda ouço a mãe, com o seu ar sereno, dizer como quem beija, de mão em riste, numa ameaça que não convencia ninguém: — Se cais ao tanque mato-te!

As juntas de vacas, os rebanhos, os burros, os cães, vinham ao entardecer saciar...

Publicada em: 11/05/2019 - 10:18
Fernando Calado

No passado dia 1 de Novembro, dia de todos os Santos, logo pela manhã senti agudas saudades das minhas duas terras Natais, da aldeia dos prodígios, Lagarelhos, onde apesar da prematura morte da minha Mãe fui feliz, e de Bragança a cidade do vetusto castelo, do Bairro de Além do rio, os ali...

Publicada em: 11/05/2019 - 10:12
Armando Fernandes

Meus caros, como têm passado? A castanha a aproximar-se, uma época especial para o Nordeste. Força! Aproveito o resultado das eleições para opinar Portugal. Opinar a partir da Ásia. Opinar de fora. Portugal país de opiniões e opinadores sobre tudo e todas as coisas. As nossas figuras, as nossas...

Publicada em: 10/22/2019 - 10:03
Manuel João Pires

As margens condicionam os rios para que saibam por onde correr até se poderem espraiar no oceano imenso que se abre à sua frente. Todos os rios têm margens. É o GPS indispensável para que o caminho não se altere demasiado.

Ora acontece que as últimas eleições deixaram Rio quase sem leito...

Publicada em: 10/22/2019 - 10:00
Luís Ferreira

O povo é sereno ouviu-se no decurso de gigantesca manifestação a favor da liberdade de expressão, contra uma tentação de deriva autoritária cuja génese era o totalitarismo, o povo que só vota bem quando vai de encontro aos nossos gostos e interesses, nas eleições do passado dia 6 de Outubro...

Publicada em: 10/22/2019 - 09:58
Armando Fernandes

Era um velho repórter, quando a reportagem impressa reunia em si todos os condimentos do jornalismo. Especializara-se na vida interna do Partido Comunista. Encontrava-me com ele e Afonso Praça, que há muito nos sorriu pela última vez.

Já sem Redacção, continuava imerso nesse mundo, porque...

Publicada em: 10/15/2019 - 10:37
Ernesto Rodrigues