PUB.

“Só com a experiência é que se aprende a corrigir os erros”

PUB.

Seg, 26/04/2021 - 14:28


Daniel Fernandes tem 17 anos, é de Argozelo, representa a Academia de Ciclismo Capital do Móvel e está a dar os primeiros passos no ciclismo nacional e de estrada.

O Troféu Cidade de Fafe, que se realiza no próximo sábado, vai contar com quatro jovens ciclistas do distrito de Bragança. Sandro Teixeira (Mogadouro), Pedro Martins (Bragança), Samuel Pires (Torre Dona Chama) e Daniel Fernandes (Argozelo) vão competir na prova de abertura de juniores em representação da Academia de Ciclismo Capital do Móvel, de Paços de Ferreira. O treinador também tem ADN transmontano, Carlos Pires.

Sandro Teixeira e Samuel Pires já têm alguma bagagem nestas andanças já que vão para o terceiro ano a competir em provas nacionais. Enquanto, Daniel Fernandes e Pedro Martins são os estreantes da equipa.

Daniel Fernandes tem apenas 17 anos e iniciou-se na modalidade há cerca de dois anos e começou por representar o Clube de Ciclismo de Macedo de Cavaleiros. A mudança para a equipa da Capital do Móvel Aconteu por intermédio do treinador.

“Vi um post no facebook do Carlos Pires que estava a recrutar ciclistas juniores de Trás-os-Montes. Enviei-lhe uma mensagem para fazer pare da equipa e como ele já me conhecia de vista foi mais fácil”, lembrou o jovem ciclista.

Daniel Fernandes treina diariamente em Bragança, de acordo com o plano traçado pelo técnico, e só de desloca a Paços de Ferreira para estágios ou treinos de equipa.

No dia 18 de Abril fez a estreia numa prova nacional e de estrada, no Circuito CAR Anadia a pontuar para a Taça de Portugal de Juniores, depois de ter participado em provas de BTT distritais. “Foi a minha primeira vez numa prova de ciclismo de estrada e, como tal, os directores de equipa não colocaram responsabilidades em mim. Rolei a maior parte da prova na frente do pelotão, mas quando faltavam 20 quilómetros tive um percalço que me fez ficar para trás e cheguei sozinho à meta. Fiquei com um sabor agridoce, pois senti que podia fazer mais, mas só com a experiência é que se aprende a corrigir os erros”, contou.

O ciclista, que tem como referências os espanhóis Miguel Indurain e Alberto Contador, regressa à estrada no próximo sábado em Fafe.

Foto de Ana Patrícia Silva

 

Jornalista: 
SM