PUB.

Bragança segura liderança em jornada de goleadas

PUB.

Seg, 29/11/2021 - 11:35


Os brigantinos venceram em casa o Carção e continuam na liderança. Marcaram-se 26 golos na jornada 7 da Divisão de Honra Pavimir.

O Grupo Desportivo de Bragança venceu mas não convenceu. Os brigantinos conseguiram um triunfo folgado em casa, 4-0, frente ao Carção mas o resultado foi bem melhor que a exibição.

Os brigantinos cumpriram serviços mínimos perante um adversário que se apresentou com alguns jogadores ainda a recuperar dos cerca de 15 dias de paragem devido à covid-19.

A jogar em casa, a formação de Lopes da Silva teve sempre a iniciativa de jogo e oportunidades para marcar, mas o primeiro golo só surgiu aos 29 minutos na marcação de um penálti a castigar uma falta de Gonçalo Frederico sobre Paulo Roberto. Nuno Silvano foi chamado a converter o castigo máximo e não falhou. O médio fez o 1-0, um resultado que se manteve até ao intervalo.

Na segunda metade, Paulo Roberto fez o 2-0 aos 59’ após uma jogada muito contestado pelos homens do Carção, que reclamaram posição irregular do ponta de lança brasileiro.

Na sequência do lance do golo, Finati, capitão do Carção, foi expulso, alegadamente por palavras dirigidas a Paulo Silva, o árbitro do encontro.

A jogar apenas com dez jogadores, o Carção sentiu dificuldades para travar as investidas do GDB e o desgaste físico dos visitantes tornava-se visível.

Marco Trigo, que tinha entrado aos 26 minutos para substituir Estanga, que saiu lesionado, aumentou a contagem para 3-0 aos 70’ e Nuno Silvano, num remate rasteiro, bisou e fixou p resultado em 4-0 aos 85’.

Técnico do Carção revoltado com a arbitragem

António Forneiro, técnico do Carção, e Ricardo Martins, adjunto do Carção, terminaram o jogo na bancada, ambos viram cartolina vermelha por protestos.

A decisão do juiz da partida foi criticada pelo treinador, pois garantiu que as palavras dirigidas ao árbitro não justificam o cartão vermelho. “Se eu tivesse sido mal-educado com o árbitro eu pedia-lhe desculpa, mas não peço pois apenas o questionei sobre um cartão. Estou muito triste hoje”.

O técnico apontou o dedo à equipa de arbitragem no segundo golo do G.D. Bragança. “Eu vi no segundo golo do Bragança o fiscal de linha levantar a bandeira e baixar. Se alguém filmou o jogo vai ver que tenho razão. Agora há que levantar a cabeça e trabalhar já para o próximo jogo”.

Forneiro deixou ainda um recado ao conselho de arbitragem e ao conselho de disciplina da A.F. Bragança. “Quem manda que venha ver os jogos. Que castiguem os árbitros como castigam os treinadores e os jogadores. Os árbitros fazem o que lhes apetece e os jogadores também. Se o meu capitão foi mal-educado com o árbitro até sou eu que o castigo”.

Jornada de goleadas

Concluída a jornada 7, o Carção é sexto classificado com 8 pontos. Quanto ao Bragança continua no primeiro lugar com 19 pontos.

A jornada foi de goleadas. Foram apontados 26 golos com destaque para o triunfo do F.C. Vinhais em Carrazeda de Ansiães por 0-7. Diego Souza esteve em evidência ao fazer hat-trick.

Quem também apontou três golos foi Ronaldo Cruz no triunfo do Rebordelo, em casa, por 5-0 frente ao Argozelo. O ponta de lança brasileiro reforçou o estatuto de melhor marcador do campeonato, tem agora 11 golos apontados.

Em Sendim, Bruno Souza voltou a mostrar veia goleadora. O jogador canarinho bisou no triunfo da equipa orientada por André Irulegui de 6-0 com o G.D. Moncorvo.

Já o Vimioso – Estudantes Africanos terminou empatado a duas bolas. Janilson foi determinante nos Estudantes ao bisar. Para o Vimioso marcaram Zanella e Mendy.

 

Jornalista: 
Susana Madureira