E o resto são batatas

Qua, 16/08/2017 - 10:36


Olá familiazinha, esta edição é abençoada pela Nossa Senhora da Assunção. Hoje é o dia com maior número de festas na nossa região. No domingo passado estivemos em Morais, na primeira grande corrida da familia do tio João. Embora a nossa região não seja de muitos aficionados, estava mais de meia casa numa tarde muito quente. Foi um bonito espectáculo tauromáquico, onde os cavaleiros Sónia Matias e João Maria Branco e o matador Nuno Casquinha brilharam ao enfrentar os seis touros. Também o grupo de forcados de Montemor deu espectáculo nas suas quatro pegas. Por lá encontrámos muitos dos nossos ouvintes, alguns nem me reconheciam com o meu chapéu de palha e com o meu corpo sem algumas dezenas de quilos. Só pela voz é que me identificavam.

E agora são batatas!!!!

Vamos apanhar batatas ou vamos arrancar batatas?.. A arranca, para desventrar a terra à procura das batatas, nos quintais mais pequenos ainda hoje é feita às guinchas. Quando as terras são maiores há quem use os motocultivadores e tractores, outros utilizam a tracção animal, como retrata a foto de Orlando do Nascimento. Nos dias de hoje já não há muita gente a cultivar batata para venda, mas sim para consumo próprio, para dar aos amigos ou, como se costuma dizer, para ter a casa cheia! O arrancar da batata é normalmente um dia de festa onde as famílias se juntam, pois têm cá os filhos, os amigos, os vizinhos, etc. Em algumas aldeias da nossa região ainda se usa a torna-jeira, a inter ajuda, pois mesmo quem não semeou batatas vai à apanha das do vizinho e acaba por levar a prova. No dia da apanha em algumas aldeias costumam aproveitar o pessoal para depois escolher as batatas, ou seja as do consumo, as da semente e as que são para os animais.Por cada quilo de batata de semente, sendo ela de boa qualidade, dará em média uma saca. Dizem os mais antigos que a melhor batata, a mais saborosa é a de secadal (que não tem a força da rega). Antigamente o consumo da batata era muito maior que nos dias de hoje, já que a oferta de outros produtos alimentares era escassa. Apesar da batata ser muito saborosa, alguns de nós fujimos dela para tentar manter a linha.

A batata traz benefícios à nossa vida, reduz o risco de contágio de inúmeras doenças, prevenindo pequenos males, cura problemas de úlceras no estômago e até ajuda a reduzir a pressão arterial.

Também previne a prisão de ventre, a batata contém fibras que aumentam o volume das fezes e ajudam a prevenir a diarreia e diminui o colesterol. Logo, é uma aliada na prevenção de cancro do cólon.

Mantém os níveis de açúcar: o conteúdo de fibras da batata ajuda a retardar a absorção de amido no intestino, mantendo, assim, os níveis de açúcar no sangue dentro do seu padrão normal.

Algumas receitas naturais com o tubérculo podem ajudar nos mais variados casos. O sumo de batatas cruas, por exemplo, é “tiro e queda” no tratamento das úlceras do estômago, sem falar que elas ainda podem amenizar as  olheiras e são uma mézinha óptima para as “almorróidas”.

Sumo de batatas cruas

(para úlceras estomacais)

 

Rale a batata descascada com um ralador comum e esprema o sumo num pano. É um processo trabalhoso e pode ser substituído, caso tenha uma centrífuga. O sumo deve ser tomado todos os dias, 3 colheres da sopa, antes das refeições. Num  período de 48 horas já é possível sentir melhoras, faça o tratamento 15 dias e o teor de acidez do suco gástrico vai normalizar-se.

 

O sumo da batata não tem contra-indicações.

O tubérculo ainda é usado para aliviar as tão indesejadas olheiras. Lave uma batata média, remova a casca e corte um par de rodelas bem fininhas de tamanho que caiba na região dos olhos. Coloque cada rodela sobre as pálpebras fechadas durante  10 minutos.

As hemorróidas são varizes no ânus. Elas podem ser externas, quando ficam visíveis, ou internas, aparentemente não existentes, porém muitas vezes trazendo incómodos e dores.

Segundo a medicina natural, as hemorróidas são provocadas por má circulação, prisão de ventre e excesso de toxinas na região do ânus.

Uma pessoa que sofra de hemorróidas deve ficar longe do açúcar, álcool, café, chocolate, pimenta, glúten e beterraba.

 

Remédio caseiro

para o tratasmento

das hemorróidas

 

1 batata,1 colher (chá) de azeite

Preparação/aplicção:

Rale as batatas (sem casca) e coloque o azeite por cima.

Coloque um pouco da preparação numa compressa e aplique no ânus.

Deixe repousar durante a noite e retire na manhã seguinte.

No caso de hemorroidas internas, o processo é outro: corte um pedaço de batata no formato de um supositório.

Coloque um pouco de azeite  nesse “supositório” e, em seguida, introduza com cuidado no ânus.

Deixe repousar durante a noite.

Ele vai amolecer e será facilmente eliminado quando defecar. Use batatas completamente maduras e frescas.

Faça o tratamento todos os dias, até obter a cura (que ocorre rapidamente).

 

Há alguns truques com a batata, por exemplo para o peixe não se colar à grelha deve-se untar com metade de uma batata cortada. Quando notamos que um guisóte vai ficar salgado coloca-se uma batata inteira descascada, pois esta absorve o excesso do sal.Para nao fazer fumo ao fazer assados deve por-se uma batata inteira no assador.