Vou ser internado. E agora?

A Unidade Local de Saúde do Nordeste integra os três hospitais do distrito, ou seja, Bragança, Macedo de Cavaleiros e Mirandela.

O internamento nestes hospitais acontece através da Consulta Externa ou do Serviço de Urgência. No caso de o internamento estar previsto, por exemplo para a realização de uma cirurgia, o utente deve desde logo fazer-se acompanhar dos seus documentos de identificação - Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão, Cartão de Utente, Cartão da Segurança Social ou outro subsistema de Saúde (ADSE, IASFA, SAMS,...) – assim como de pijama ou camisa de dormir, robe e chinelos e artigos de higiene pessoal.
É importante indicar o número de telefone de um familiar que possa ser contactado.
Se estiver grávida deverá fazer-se acompanhar do Boletim de Saúde e, caso o parto esteja previsto, traga a roupa do bebé.
À chegada ao Serviço onde ficará internado será recebido pelo Enfermeiro, que lhe apresentará o serviço e as suas funcionalidades.
Existe um espaço comum com televisor, mesas e cadeiras.
As enfermarias encontram-se devidamente identificadas ao lado da porta de entrada.
Junto a cada cama encontra-se um dispositivo para acender e apagar a luz da cama e um outro que ativará uma campainha que serve para chamar o profissional em caso de necessidade.
Por outro lado, não deverá trazer para o serviço de internamento nem objetos de valor (jóias, cartões de crédito, cheques, dinheiro, ou outros), medicamentos (apenas deve tomar os que lhe são prescritos no hospital) nem alimentos (a dieta será estabelecida pelo médico assistente e adequada à sua situação clínica).
De salientar que o hospital não se responsabiliza pelos valores que não lhe tenham sido entregues diretamente.

Informações e visitas
A informação sobre o seu estado de saúde ser-lhe-á prestada durante a visita médica ou em horário estabelecido pelo serviço ou médico assistente.
Caso o doente se faça representar por um familiar/cuidador, as informações apenas serão prestadas a um familiar/cuidador de referência, pelo que os restantes familiares devem obter informações junto deste.
As visitas aos doentes internados podem ser feitas das 12h às 16h e das 18h às 20h. Cada doente tem apenas direito a duas visitas em simultâneo.

Refeições
As refeições – pequeno-almoço, almoço, lanche, jantar e ceia - ser-lhe-ão servidas de acordo com a prescrição do seu médico assistente.
Informe os profissionais se houver algum alimento que lhe faça mal, para que o mesmo não lhe seja fornecido.
Não deverá ingerir outros alimentos, além dos que lhe são fornecidos, sem autorização prévia.

Apoio espiritual e religioso
Existe no hospital um capelão que, regularmente, presta assistência religiosa e espiritual a quem a pretender. Para tal basta informar o Enfermeiro de serviço acerca da sua vontade ou do seu familiar.
Pode usufruir da assistência religiosa de acordo com a sua religião.

Serviço Social
Poderá solicitar a colaboração do Assistente Social sempre que necessitar de informação, orientação ou ajuda social. Este serviço funciona diariamente, de segunda a sexta-feira, das 9H00 às 17H30.

Alta hospitalar
A decisão da alta hospitalar compete ao seu médico assistente. Esta será programada consigo e/ou com o seu familiar/cuidador e, se necessário, com as instituições da comunidade para as quais esteja referenciado.
Aquando da alta é-lhe entregue uma carta com informação clínica; uma outra carta com informação de enfermagem, caso necessite de continuidade de cuidados de enfermagem no domicílio (tratamentos, por exemplo); receita médica, se necessário, e a marcação de consulta para o médico que o assistiu no internamento.
Caso necessite de Certificado de Incapacidade Temporária (Baixa/Atestado Médico) deverá requerê-lo no momento da alta, pois o mesmo deverá ser preenchido e assinado pelo médico que o assistiu.
Se pretender uma Declaração/justificação de internamento deverá dirigir-se ao administrativo que se encontra no piso de internamento, onde pode solicitar esse documento.
É muito importante certificar-se que compreendeu todas as orientações para o período pós-alta, como por exemplo a toma de medicamentos e a continuidade de cuidados no Centro de Saúde e/ou domicílio).
Antes de sair verifique se não deixa esquecido nenhum dos seus objetos pessoais.
Se pretender efetuar qualquer exposição ou sugestão existe no hospital um Gabinete do Cidadão ao seu dispor.

Considerações gerais
- Para os doentes:
• Não se sente na cama dos outros doentes;
• Quando utilizar instalações comuns a outros doentes (ex. casa de banho), deixe-as como as encontrou;
• A partir das 22 horas evite fazer barulho – respeite o silêncio;
• Não saia do serviço sem dar conhecimento ao Enfermeiro;
• Respeite os profissionais que cuidam de si.

- Para as visitas:
• Respeite o horário e número de visitas ao doente;
• Não se sente nas camas dos doentes;
• Não dê alimentos/água ao doente sem primeiro perguntar ao Enfermeiro se o pode fazer;
• Respeite os doentes e os profissionais;
• Faça pouco barulho, fale baixo de modo a não perturbar o descanso dos doentes;
• Não permaneça no corredor do serviço.