As vacinas salvam vidas!

Vacinar salva vidas. Protege cada pessoa em particular e a comunidade em geral contra doenças graves, mortais e incapacitantes.

As vacinas, um dos maiores avanços da medicina moderna, mudaram por completo o panorama das doenças infeciosas nos países desenvolvidos e permitiram salvar mais vidas e prevenir mais casos de doença do que qualquer tratamento médico.
Trata-se de produtos imunobiológicos constituídos por microrganismos, partes destes ou produtos derivados, que depois de inoculados no indivíduo saudável produzem uma resposta similar à da infeção natural, induzindo imunidade sem risco para o vacinado.
Além da proteção individual, a maioria das vacinas tem ainda a capacidade de, a partir de determinadas taxas de cobertura vacinal, interromper a circulação dos microrganismos entre pessoas originando aquilo a que se chama “imunidade de grupo”. Este benefício para a sociedade é claramente uma mais-valia da vacinação em massa.
As vacinas são eficazes e seguras, uma garantia dada por anos de investigação, monitorização e ganhos adquiridos em saúde. Não há por isso qualquer motivo para que os pais receiem vacinar os seus filhos ou tomarem eles próprios as vacinas prescritas pelo médico.
O Plano Nacional de Vacinação (PNV), um programa universal, gratuito e acessível a toda a população portuguesa, desde 1965, deve ser seguido, conforme as normas internacionais da Organização Mundial da Saúde e as orientações, em Portugal, da Direção Geral da Saúde.
O PNV é dos programas mais caros do Ministério da Saúde, no entanto o seu benefício é tão grande que o custo implicado na vacinação compensa largamente os custos associados ao tratamento das doenças e das suas complicações (incluindo a morte).
Vacinar salva vidas. A “ordem” é, por isso, vacinar! Sem receios. Ganha a saúde individual, ganha a saúde pública, ganha uma vida melhor e mais saudável para todos.
Em caso de dúvidas sobre o PNV em particular, ou sobre a vacinação em geral, o Olho Clínico recomenda uma deslocação ao Centro de Saúde da área de residência, onde os profissionais irão verificar o boletim individual de vacinas e esclarecer todas as questões.
Pela sua saúde, e pela dos outros, vacine-se e vacine os seus filhos!