Sugestões para um Natal mais saudável

Nesta época do ano, os consumos alimentares alteram-se frequentemente. No entanto, é possível conciliar a alegria dos sabores e do convívio e juntar saúde com prazer à mesa. No Olho Clínico desta semana conheça algumas sugestões natalícias de alimentação saudável.

Acompanhe as refeições com hortícolas e outros produtos vegetais sempre que possível. Desde as tradicionais couves cozidas aos grelos, cogumelos, purés de lentilhas, de ervilhas, de castanhas, até às mais recentes beringelas ou curgetes são excelentes formas de reduzir a ingestão de calorias, gordura animal e colesterol.
Dê preferência a preparados culinários mais simples, como os estufados (sem refogar os alimentos), cozidos a vapor ou grelhados. Evite fritar. Se assar, retire as partes mais escuras ou queimadas antes de servir.
Na confeção de alimentos reduzir o sal e optar por temperar os alimentos com especiarias. O recomendado é 5 gramas de sal por dia em todas as refeições.

Prefira a água
Enfeite a mesa com uns bonitos jarros de água. Nestes dias festivos, a omnipresença de uma boa água mineral na mesa é uma opção saudável e que pode contribuir para uma melhor diurese, para a regulação da pressão arterial, aumentar a saciedade, e acima de tudo evitar o consumo excessivo de bebidas açucaradas e até alcoólicas de maior valor calórico.
Disponha de pão fresco de várias variedades e com algum pão integral pela mesa. O pão de qualidade fornece menos calorias, gordura e sal do que bolachas, salgados e outros aperitivos além de ter uma excelente digestibilidade e ser uma boa fonte de vitaminas.
Opte pelo arroz. Arroz simples, arroz malandro com hortícolas ou feijão é uma opção de acompanhamento nutricionalmente adequada no Natal e em qualquer época do ano.

Reduzir o sal e o açúcar
Reabilite os figos, ameixas, passas e alperces secos, que podem ser uma alternativa às bolachas, aperitivos doces e bolos indiferenciados que se colocam na mesa nesta altura do ano. Embora tenham mais açúcar que os frutos frescos (e por isso devem ser consumidos com moderação) são ricos em fibra, pobres em gordura e com baixo teor de sal, o que não acontece com a maioria da doçaria.
Invista numa grande e colorida salada de frutas. Deve fazer parte do centro de todas as mesas de Natal. Enfeitada com uma romã dará um excelente efeito natalício. Uma salada de frutas é garante de grande densidade nutricional, ou seja de muitos nutrientes e menos calorias. E também fonte de fibra e água.
No caso das sobremesas, os laticínios gordos podem ser substituídos pelos magros, as natas por iogurte natural e o açúcar reduzido para um terço ou para metade.
Faça atividade física. Não existe um Natal saudável sem uma compensação de maior gasto energético. Com equipamento adequado todas as oportunidades são boas. Desde caminhar a um passeio em família ou mais uma hora no ginásio num dia menos apressado.