Insuficiência cardíaca

O que é a insuficiência cardíaca? A insuficiência cardíaca é um problema comum em que o coração perde a sua capacidade de bombear o sangue de modo a satisfazer as necessidades de oxigénio e de nutrientes do organismo. Na insuficiência cardíaca é importante o cuidado centrado no utente e a interligação entre o médico de Medicina Geral e Familiar, o cardiologista, o farmacêutico, os cuidadores e familiares do utente, os enfermeiros, a comunidade/assistente social e o doente.

Quais as causas?

 

- Doença das artérias coronárias (estas artérias irrigam o próprio músculo cardíaco e quando afetadas impedem que esse músculo consiga exercer a sua função de modo eficaz);

- Miocardite (processo inflamatório e/ou infecioso do músculo cardíaco);

- Pericardite (inflamação da membrana que envolve o coração);

- Diabetes;

- Hipertiroidismo;

- Obesidade;

- Alterações das válvulas cardíacas;

- Arritmia;

- Hipertensão arterial não controlada;

- Toxinas;

- Qualquer doença que leve a um aumento marcado do consumo de oxigénio e de nutrientes pelo organismo, se não for tratada, pode originar o desenvolvimento de insuficiência cardíaca.

 

 

Quais os principais sintomas e sinais?

 

- Cansaço que ocorre após esforços cada vez menores ou mesmo em repouso;

- Dispneia (falta de ar);

- Tonturas;

- Palpitações;

- Tosse;

- Anorexia (perda de apetite);

- Distensão abdominal;

- Cardiomegalia (coração maior que o normal);

- Edemas (excesso de líquidos nos pulmões ou nos membros).

 

Como se diagnostica?

 

O diagnóstico é essencialmente clínico, no entanto, para uma avaliação mais completa,  são  requisitados alguns exames (radiografia torácica, eletrocardiograma, ecocardiograma e estudo laboratorial).

 

 

Quais os objetivos do tratamento?

 

- Tratar o doente, melhorando a qualidade de vida, ao diminuir os sintomas/sinais e aumentar a capacidade de exercício.

- Tratar a doença com o objetivo de melhorar o prognóstico da mesma, diminuindo a mortalidade, atrasando a progressão da insuficiência cardíaca e melhorando a remodelagem ventricular.

 

 

Como se trata?

 

O tratamento da insuficiência cardíaca deverá focar-se na causa, nos fatores agravantes e na doença.

Pode ser um tratamento médico ou cirúrgico, de acordo com a sua natureza da causa.

 

 

Quais  as  medidas  gerais para o doente com insuficiência cardíaca?

 

- Estilo de vida saudável, no que se refere à alimentação;

- Restrição de sal na dieta (< 3g/dia);

- Monitorização diária do peso corporal (vigiar se aumenta de peso ≥ 2kg em 3 dias);

- Prática de exercício físico ajustado às capacidades de cada doente;

- Controlo dos fatores de risco da insuficiência cardíaca (controlo da pressão arterial, do colesterol e da diabetes).

- Vacina contra a gripe;

- Vacina anti-pneumocócica;

- Evitar o tabaco, o abuso de álcool e de substâncias ilícitas;

- Contraindicados anti-inflamatórios não esteroides.

 

Dra. Mónica Bagueixa

Médica especialista em Medicina Geral e Familiar

Centro de Saúde de Mirandela II

ULS do Nordeste