Datas de validade. Sabe a diferença?

É importante saber que existem duas formas de apresentação da validade: 1. “Data-limite de consumo”, que surge com a designação “consumir até”; 2. “Data de durabilidade mínima”, que surge com as designações “Consumir de preferência antes de” e “Consumir de preferência antes do fim de”.

“CONSUMIR ATÉ”

O que significa?

Indica a data até à qual o produto deve ser consumido.

É aplicável a quê?

Produtos perecíveis, nomeadamente carne fresca, iogurtes, queijo fresco, saladas, sandes e refeições prontas.

Até quando devem ser consumidos os produtos?

Até à data indicada.

Qual o formato da indicação desta data?

Dia, mês e, eventualmente, ano.

“CONSUMIR DE PREFERÊNCIA ANTES DE”

O que significa?

Data indicativa até à qual o alimento conserva as suas propriedades específicas.

É aplicável a quê?

Produtos não perecíveis, nomeadamente azeite, batatas fritas, cereais, geralmente com validade inferior a 3 meses.

Os produtos podem ser consumidos após essa data?

Sim, desde que sejam respeitadas as regras de conservação específicas de cada produto indicadas nos respetivos rótulos.

Qual o formato da indicação desta data?

Indicações de dia, do mês e do ano.

 

“CONSUMIR DE PREFERÊNCIA ANTES DO FIM DE”

O que significa?

Designação de data indicativa até à qual o alimento conserva as suas propriedades específicas.

É aplicável a quê?

Produtos não perecíveis (exemplos: congelados e conservas), geralmente com validade superior a 3 meses.

Os produtos podem ser consumidos após essa data?

Sim, desde que sejam respeitadas as regras de conservação especificas de cada produto indicadas nos respetivos rótulos.

Qual o formato da indicação desta data?

Indicações de mês e do ano.

 

PRODUTOS SEM VALIDADE

Existem produtos que podem não ter a indicação de validade?

Sim.

Quais?

É o caso do sal, do açúcar ou do vinagre.

Porquê?

São produtos não perecíveis microbiologicamente, considerados conservantes naturais.

Mas devem ser tidos cuidados específicos?

Sim, devem ser respeitadas as menções de conservação, de forma a que mantenham as suas propriedades físico-químicas.

 

CASOS ESPECÍFICOS

A indicação de validade escrita não é obrigatória nos produtos disponibilizados ao consumidor diretamente no ponto de venda/loja.

Aplica-se a produtos cortados/manipulados em loja e vendidos ao balcão, como charcutaria fatiada, carne fresca, peixe fresco, produtos de padaria e pastelaria, ou outros produtos vendidos a granel.

Embora não tenham indicação escrita, estes produtos devem ser consumidos no próprio dia ou o mais rapidamente possível.

 

“APROXIMAÇÃO DO FIM DO PRAZO DE VALIDADE”

Estão disponíveis em diversas lojas produtos alimentares identificados com etiquetas como “Aproximação de fim do prazo de validade”.

Estes produtos podem ser encontrados em expositor próprio onde são, por norma, comercializados.

A sinalização destes produtos com etiqueta específica permite que sejam mais facilmente reconhecidos pelos consumidores, contribuindo assim para a prevenção do desperdício alimentar.

 

 

Dicas, recomendações e sugestões

 

• É importante organizar a sua dispensa e o seu frigorífico, verificar regularmente as datas de validade e planear o seu consumo de acordo com os respetivos prazos;

• Os produtos frescos deverão sempre ser conservados no frigorífico. E as temperaturas de conservação dos produtos deverão ser rigorosamente cumpridas;

• A carne e o peixe frescos que não são consumidos no próprio dia da compra, deverão ser congelados em porções pequenas e preferencialmente achatadas, para facilitar a congelação e posteriormente a descongelação;

• Existe um leque de alimentos que podem ser congelados, podendo assim ser evitado o seu desperdício: fruta, pimentos, sobras de carne cozida, pão, entre outros;

• Para estender a vida útil dos alimentos além da data de validade indicada, congele antes do término desta data;

• A descongelação feita em casa deverá ser realizada no frigorífico. E os produtos descongelados devem ser consumidos em 24 horas.

 

 

Fonte:

APED – Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição