Inaugurado memorial em nome dos 233 moncorvenses que morreram na Primeira Guerra Mundial

Ter, 05/11/2019 - 12:28


O nome dos 233 moncorvenses que perderam a vida em La Lys, na França, durante a Primeira Guerra Mundial, está agora eternizado num memorial em Torre de Moncorvo.

Localizado na Avenida dos Combatentes da Grande Guerra, o espaço foi idealizado com a intenção de dar a perceber como o conflito se desenrolou no terreno, daí que o percurso pedonal, semienterrado, seja muito semelhante a uma trincheira, em que ao longo deste estão recortados os nomes dos homens em causa. “A melhor forma de nós não esquecermos é termos uma memória para o futuro. Mais que um monumento é um memorial à memória de quem esteve em La Lys, que à pressa foi regimentado para uma guerra que se quis que trouxesse a paz à Europa”, disse o presidente da câmara de Moncorvo, na cerimónia de inauguração, no sábado. Nuno Gonçalves revelou ainda que o memorial não está fechado já que têm havido investigações que vão revelando que outras pessoas terão morrido na guerra. “Provavelmente encontremos mais alguns nomes do concelho e se isso suceder juntar- -se-ão a estes”, confirmou. Além da inauguração do memorial, no mesmo dia, foi descerrada uma placa alusiva à geminação entre Torre de Moncorvo e Gournay- -Sur-Marne, na França, na variante de acesso a Torre de Moncorvo e, na Igreja da Misericórdia, houve a apresentação da marca do município.

Jornalista: 
Carina Alves