Expulsão de Diogo condicionou Argozelo

Qua, 29/11/2017 - 09:52


O Argozelo saiu derrotado de São Pedro de Merelim por 4-1 e com queixas da arbitragem. Diogo foi expulso ao minuto 24.

“Voltamos a ser assaltados” foram as palavras de António Forneiro, técnico do Argozelo, no final do encontro com o Merelinense, um jogo a contar para a jornada 11 da série A do Campeonato de Portugal.
O treinador mostrou-se desagradado com o trabalho do árbitro Mário Torres e com a expulsão de Diogo. O guarda-redes do Argozelo viu cartolina vermelha ao minuto 24, numa altura em que os transmontanos venciam por uma bola a zero e criavam dificuldades ao Merelinense.
O Argozelo marcou ao minuto 7 por intermédio de China e ainda complicou a tarefa aos minhotos. Mas, a expulsão de Diogo acabou por condicionar já que António Forneiro teve que abdicar de um homem no meio campo, Mateus, para dar entrada ao guardião Zé Luís.
Em vantagem numérica os locais ficaram com a tarefa mais facilitada e ao intervalo já venciam por 3-1 com golos de Jorginho, Luís Ferraz e André Pierre.
Na segunda metade Homero fechou a contagem, 4-1, ao minuto 82’.
O Argozelo continua de lanterna na mão, é último, com apenas três pontos e na próxima jornada recebe o Vilaverdense. Diogo fica de fora por castigo.

 

Jornalista: 
SM