PUB.

Braima Dabó indicado para o prémio fair-play e nomeado embaixador de Aruba

Ter, 08/10/2019 - 00:06


O aluno de gestão do IPB e atleta do Maia AC continua a fazer correr tinta nos jornais. Em Bragança teve, esta segunda-feira, uma recepção calorosa.

Braima Dabó ainda é notícia. O atleta guineense chegou a Portugal no sábado, depois da participação nos Campeonatos do Mundo de Atletismo, no Qatar, e do gesto de desportivismo com Jonathan Busby.

Um momento inesquecível e que vai ficar na história do desporto mundial quando, a pouco mais de 200 metros da linha de chegada, Braima carregou o atleta de Aruba na prova de eliminatórias dos 5.000 metros, quando este entrou em colapso físico.

“Foi um gesto natural. Quando percebi que não tinha uma postura correcta a correr fui ter com ele, agarrei nele e levei-o até à meta. Não pensei. Era fazer ou não fazer. Penso que qualquer outro atleta faria o mesmo naquela posição”, recordou o guineense.

O atleta demorou algum tempo a perceber a proporção do seu gesto. “Quando terminei a prova encaminharam-me para a zona das entrevistas rápidas e perguntaram-se se tinha reparado no que estava a acontecer na bancada. Eu disse que não. Depois fui para casa e pensei que passaria no dia seguinte”.

Braima é um atleta simples e pouco dado a exibicionismos e, por isso, “não tem sido fácil” lidar com todo este mediatismo, como confessou.

A Bragança chegou sem saber quem o esperava e a emoção tomou conta do atleta quando foi surpreendido por amigos, alunos e professores. “Não esperava isto tudo. Mas sempre que voltamos a casa ficamos tranquilos e felizes”.

Braima Dabó recebeu um voto de louvor do IPB e a bandeira daquele politécnico das mãos do presidente, Orlando Rodrigues, que se mostrou orgulhoso do aluno. “Este gesto do Braima é verdadeiramente um símbolo dos valores do IPB. Um instituto que tem alunos de 70 nacionalidades. Estes valores da solidariedade são importantíssimos e ficámos verdadeiramente sensibilizados com o gesto dele”, afirmou.

Entretanto, o atleta foi nomeado Embaixador da Boa Vontade do Aruba e está indicado para o prémio ‘fair-play’ dos Mundiais de Atletismo, de acordo com a lista divulgada esta segunda-feira pela Associação Internacional das Federações de Atletismo. O vencedor será anunciado a 23 de Novembro, no Mónaco.

Braima Dabó chegou a Portugal em 2011 através de uma organização não-governamental "Na Rota dos Povos", que apoia o desenvolvimento dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), e ingressou na Escola de Agricultura de Carvalhais, em Mirandela. Depois, mudou-se para Bragança para frequentar um curso CTESP (Cursos Técnicos Superiores Profissionais) do IPB e mais tarde a licenciatura em Gestão, que espera concluir em breve.

 

 

Jornalista: 
Susana Madureira