Crónicas de ...

PUB.

O que impressiona nestes dias ásperos, azedos, onde a escuridão do não saber se impõe à luminosidade da proficiência científica aliada à reflexão dos sages, é a proliferação de adivinhos, astrólogos, bruxos, cartomantes, leitores de buena-dicha e correlativos a lembrar o ambiente vivido pela...

Publicada em: 04/23/2020 - 10:38
Armando Fernandes

O Mundo está assolado por um vírus altamente letal e que está a transformar as pessoas, os países e o planeta, em palcos enormes onde dança a seu bel prazer uma dança mortal, em que os dois dançarinos, pessoa e vírus, acabam por ter um final idêntico. Ambos morrem, qual Romeu e Julieta.

...

Publicada em: 04/23/2020 - 10:33
Luís Ferreira

A humanidade pensava, até há pouco tempo, que os males do planeta se iriam ultrapassar com simples cimeiras sobre o clima, sobre a poluição e sobre os males que atingiam o próprio homem. Enganámo-nos. Todos. Se Maomé não vai à montanha, vai a montanha a Maomé.

É arrepiante pensar no que...

Publicada em: 04/07/2020 - 10:33
Luís Ferreira

Boas tardes, meus caros. Nestas alturas em que só se fala do mesmo e em que pouco mais há a saber se não cumprir o que tem de ser feito, deixo-vos uma letra alternativa para uma música famigerada. Para serem ainda mais atingidos pelo vírus do desespero, não vale a pena dedicar-se tanto tempo...

Publicada em: 04/07/2020 - 10:31
Manuel João Pires

Os jornais não transmitem notícias e opiniões sempre do nosso agrado, também, tal como os mensageiros de outrora nos transmitem cousas desagradáveis, aborrecidas, quantas vezes desastrosas e alheias à nossa vontade.

Na edição de 24 de Março pp. O Nordeste cumpriu o seu deve informativo,...

Publicada em: 04/07/2020 - 10:18
Armando Fernandes

Ora bons dias, forte gente. Parece que aí está tempo de se fazerem bons lumes. Ao lume bem se está até porque agora não há muito mais sítios por onde estar. Há que ficar por casa a sair pouco e a interagir com outros o mínimo possível para se poder mitigar o bicho bem mitigado. Agora que o...

Publicada em: 03/31/2020 - 11:32
Manuel João Pires

No meu último ano de permanência efectiva em Lagarelhos guardo gratas recordações da depois e agora minha tia Aurinda, da mãe e do pai com quem discutia alegremente as desventuras de Jean Valgean, personagem a par de Javert, de Os Miseráveis, 5 volumes, comprados pelo meu avô antes de ir à...

Publicada em: 03/24/2020 - 10:06
Armando Fernandes

Sem armas, sem balas, sem bombas, sem exército, eis que os assassinos do século XXI não precisam de se mostrar para ganhar as batalhas contra os inimigos que só eles escolhem. Esta é a luta que se trava hoje em todo o mundo.

Temos um inimigo comum e só lhe sabemos o nome. O nome que...

Publicada em: 03/24/2020 - 09:58
Luís Ferreira

Deus vos dê bons dias, boa gente. Espero que estejam a atravessar este momento com optimismo e sentido de responsabilidade. Todos sabem já o que têm a fazer e todos já perceberam a proporção deste problema, cuja resolução depende do contributo activo de cada cidadão. Nunca é demais...

Publicada em: 03/24/2020 - 09:50
Manuel João Pires

Boas tardes, minhas gentes. Já aqui fui relatando as teias desta história. Os chineses não sabiam o que isto era e quando fecharam as portas já o bicho se tinha escapado.

Publicada em: 03/17/2020 - 14:26
Manuel João Pires