PUB.

Missa Intercéltica encerra Festival

Ter, 09/08/2005 - 16:41


O Festival Intercéltico de Sendim continua a afirmar-se no panorama da música folk da Península Ibérica. Assim, a cada ano que passa é notória a presença de pessoas vindas dos mais variados pontos de Portugal e Espanha para ouvir as sonoridades com influência da chamada “Música do Mundo”.

O segundo dia do festival foi marcado por vários concertos, onde destacou a formação catalã Les Violines, Eleseo Parra (Castela/Leão) e S N’Arba (Astúrias). Apesar de terem a mesma raiz, os três grupos mostraram a uma multidão ávida de música as sonoridades de diversas províncias do outro lado da fronteira.
Em destaque esteve Eleseo Parra que, ao Jornal NORDESTE vincou a riqueza da música tradicional portuguesa, depois de ter interpretado temas do cancioneiro mirandês, que também fazer parte das actuações dos “Galandum Galundaina”.
“Este tema também se toca na região de Zamora o que vem provar a proximidade da músicas e dos povos, cada um com a sua maneira de interpretar”, salientou o músico.

Ritual Mágico Celta

Recorde-se que o Festival deste ano era dedicado à música nos territórios ibéricos, o que ficou bem provado pelos vários cantos do recinto do espectáculo, em que o som da gaita mirandesa e galega, em consonância com um flauta pastoril, trouxeram a Sendim verdadeiros momentos mágicos.
Já que se fala em magia, não se pode esquecer o Ritual Mágico Celta, em que o fogo e as trevas se misturavam com efeitos pirotécnicos.
A par disso, o Festival Intercéltico de Sendim proporciona aos visitantes uma série de actividades paralelas, como foi o caso do lançamento de mais dois discos.
Assim, as músicas e os cantares da Terra de Miranda, em tradições como a Festa de los Rigaleijos e os cantares das mulheres da região do Planalto Mirandês, fazem parte de duas edições discográficas que vêm enriquecer o espólio fonográfico da Editora Sons da Terra, que já lançou mais de 40 registos em CD.
Anteontem, em dia de despedia, teve lugar uma Missa Celta, acompanhada pelo Coro Gregoriano de Penafiel.