Edgar Borges sai em defesa do jogador nacional

ESTA NOTÍCIA É EXCLUSIVA PARA ASSINANTES

 

Se já é Assinante, faça o seu Login

INFORMAÇÃO EXCLUSIVA, SEMPRE ACESSÍVEL

Ter, 12/02/2019 - 11:27


O ex-seleccionador, natural de Bragança, esteve no “Fórum de Futebol”, em Mirandela, na sexta-feira, e considerou que se estão a descaracterizar os clubes distritais com o excesso de jogadores estrangeiros.

Edgar Borges, ex-seleccionador nacional, não concorda com o número elevado de jogadores estrangeiros a jogar nos campeonatos não profissionais, sobretudo nas provas distritais.

O treinador, 64 anos, considera que, com essa aposta, se está a descaracterizar o futebol e os clubes. “A nível local acho que é um contrassenso porque não há dinheiro para essas coisas. Os campeonatos são de implementação regional e deviam ser o símbolo de uma determinada localidade ou região e nada melhor que dar bom seguimento às verbas que são do erário público no sentido que haja uma implicação na formação e no desenvolvimento dos jovens dessas terras”, afirmou o técnico, que na sexta-feira participou, em Mirandela, no “Fórum de Futebol” promovido pelo SC Mirandela.

Já quando se trata de clubes profissionais a questão é “discutível e não é tão polémica”.
 

Jornalista: 
Susana Madureira